A doença da avó que atinge os homens jovens

Se você é como a maioria dos homens, você acha que as varizes são:

a) um problema de mulher;

b) uma linha de punção que inclui “mangueira de compressão”;

c) não é grande coisa.

Pense novamente.

Como muitos até 56% dos homens sofrem destas veias balonadas, de acordo com pesquisas britânicas.

As veias varicosas não são apenas uma preocupação cosmética – elas podem levar a descoloração, sangramento, úlceras de pele e uma sensação de “perna pesada” que pode dificultar a atividade diária.

O problema envolve as veias nas extremidades inferiores. Quando você está em posição ereta, seu sangue se acumula nestas veias, expandindo as paredes das veias que com o tempo deixam de retornar ao seu estado anterior, mais esticado. Segundo pesquisadores franceses, pessoas com uma variação genética particular têm veias marcadamente mais fracas, e têm quase o dobro do risco de desenvolver varizes.

Mais do MensHealth.com: Your Skin Problems, Solved

“When the walls are weaker, it allows the veins to expandins and eventually the valves don’t meet, which allows blood to reflux and flow in the opposite direction”, diz Lowell Kabnick, M.D, director do New York University Vein Center.

Quando isso acontece, a pessoa desenvolve o aspecto inchado e inchado das veias varicosas – sintomas que incluem latejamento, inchaço e diminuição da mobilidade.

Como se pode evitar as veias varicosas. Tome estas precauções:

  • Exercício: Esta é a maneira mais fácil de manter uma estrutura venosa saudável e manter as paredes das veias fortes. É importante envolver seus bezerros, que desempenham um papel crucial na manutenção do fluxo sanguíneo das pernas de volta ao coração.
  • Reduzir a pressão em pé ou sentado: Sentado, que tem pegado muita culpa ultimamente, leva outro golpe aqui. Porquê? O sangue naturalmente acumula-se nas pernas quando não se está a mexer, e sentar-se durante longos períodos exagera o problema. A sua solução: basta bater um pé, levantar as pernas ou dar uma volta. Se estiver parada, balance de um lado para o outro, se possível. Além disso, tente levantar as pernas ou deitar-se horizontalmente duas vezes por dia durante 15 minutos para remover toda a pressão nas veias.
  • Mangueira de compressão: O Dr. Kabnick recomenda que todos usem meias de compressão de joelho, mesmo que não tenham sinais de varizes. A tensão das meias de compressão empurra o sangue para cima a partir do tornozelo (o ponto de maior pressão), e redistribui-o mais uniformemente pela perna. Se você não precisa de força de grau de prescrição, aponte para mangueira com 10 a 30 milímetros de mercúrio (medida de pressão).
  • Veja sua dieta: Fique longe de alimentos ricos em sódio (especialmente restaurantes, congelados e alimentos embalados), pois o sal leva à retenção de líquidos.

Então, digamos que já tem dores de veias azuladas/castanhas levantadas. A boa notícia é que o tratamento das veias varicosas tem vindo muito longe dos procedimentos medievais de “remoção” do passado não tão distante.

Hoje, os médicos usam lasers para remover e selar as veias varicosas fechadas. É uma cirurgia rápida, não invasiva e ambulatória – e sem dor, também. Para casos menores, um médico pode sugerir escleroterapia, uma injeção química que destrói a veia danificada.

Mais do MensHealth.com: 10 Perguntas que Todo Homem Deve Fazer ao Seu Médico

“Ir ao dentista é pior que remover varizes”, diz Ronald Sprofera, de Jersey City, N.J. A sua cirurgia, realizada pelo Dr. Kabnick, terminou em 30 minutos. Ele nunca se flingiu.

“Esperei 10 anos antes de fazer alguma coisa”, disse Sprofera, que tinha visto sua mãe sofrer com varizes e o tratamento que se seguiu anos atrás. “Eu não deveria ter esperado tanto tempo”

Este conteúdo é criado e mantido por terceiros, e importado para esta página para ajudar os usuários a fornecer seus endereços de e-mail. Você pode encontrar mais informações sobre este e conteúdo similar em piano.io

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.